Massagem São Paulo

A massagem São Paulo vem ganhando adeptos entre os moradores da capital paulista, entre outros fatores, por conta da preocupação cada vez maior em cuidar da própria saúde e qualidade de vida. Há alguns anos poucas pessoas tinham interesse por serviços como atendimento psicológico, academias de ginástica e nutricionistas. Atualmente as pessoas procuram praticar mais exercícios, se alimentar melhor e cuidar da saúde física e psicológica, inclusive se dando ao direito de relaxar de vez em quando e é aí que a massagem São Paulo ganha destaque nesse novo estilo de vida de paulistano.

A cidade de São Paulo é conhecida pelo estilo de vida agitado praticamente 24 horas por dia e a grande oferta de diversos serviços a qualquer momento. Entre serviços como mercados, restaurantes e academias que funcionam 24 horas por dia, a massagem São Paulo não poderia ficar atrás. Muitos profissionais em SP estão constantemente em plantão para atender seus clientes a qualquer momento. É de se imaginar que nesse caso, a maioria da procura é dos clientes que procuram por uma companhia e geralmente algum tipo de finalização da massagista. Durante o dia as opções se ampliam para atender a todos os públicos, é possível agendar uma massagem São Paulo em espaços como clínicas especializadas, spas urbanos, centros de estética e terapias e até mesmo nas barbearias da cidade.

Se o seu objetivo principal ao procurar pela massagem São Paulo não é terapêutico, as técnicas mais procuradas são a massagem relaxante, massagem com pedras quentes, reflexologia entre outras técnicas populares. Nesse caso, como a procura não é por indicação medica é importante saber algumas contraindicações para a massagem, de modo geral. Pessoas com trombose, fraturas recentes, infecções, problemas na coluna, diabetes, varizes, osteoporose e grávidas devem procurar por um médico antes de participar de uma sessão de massagem São Paulo. Por motivos variados, pessoas com casos clínicos como esses ter efeitos negativos causados pela massagem. É importante também ressaltar que mesmo as pessoas que não possuem essas características contraindicadas para a massagem devem procurar por profissionais qualificados que dominem bem as técnicas e preferencialmente tenham algum conhecimento sobre o corpo humano e saúde de modo geral.

massagem são paulo

Anúncios

Os chás e seus benefícios

O chá é uma bebida muito popular ao redor do mundo há muito tempo. Diversas sociedades consomem a bebida diariamente entre as refeições ou como medicamento natural. O chá é uma bebida de preparo fácil, rápido e versátil. O chá pode substituir bebidas como o café e refrigerantes, no caso do chá gelado, que evidentemente é bem mais saudável.

Existe uma lenda que diz que um imperador chinês derrubou algumas folhas de forma acidental em sua água que foi aromatizada pelas ervas. Porém como dito, é uma bebida de preparo simples e o mesmo pode ter acontecido com diversas outras sociedades, de forma acidental ou não.

Além do consumo do chá durante lanches e refeições, essa bebida é muito utilizada por povos como um remédio natural. Entre eles despontam entre os mais populares: Chá de camomila, utilizado para acalmar os ânimos e auxiliar na digestão; chá de boldo, utilizado para melhorar o funcionamento do fígado e estomago em caso de má digestão, azia e desconforto causado pelo consumo de bebida alcoólica e chá de hibisco, muito consumido como substituto de refrigerantes e refrescos artificiais, além de refrescante saboroso o chá de hibisco auxilia no controle da glicose e queima de gordura.

medicina natural

Medicina Natural

A medicina natural como o próprio nome indica, é utilização de técnicas e produtos naturais para a prevenção e tratamento da saúde. Geralmente, os medicamentos utilizados são a plantas in natura através da fitoterapia ou quando necessário, medicamentos e produtos sintéticos próximos dos produtos naturais.

Além de utilizar os recursos naturais em seus tratamentos, a medicina natural, também conhecida como naturopatia, pode ser considerada como um tratamento holístico, ou seja, trata e previne doenças avaliando o indivíduo como um todo, inclusive aspectos como o equilíbrio energético dessa pessoa.

Evidente que praticas similares são antigas até mesmo antigas do que a medicina tradicional que conhecemos hoje.

Atualmente, muitas pessoas ao máximo, utilizar medicamentos industrializados e por isso se tornam adeptas da medicina natural. Porém, praticas bastante comuns também podem ser consideradas como uma forma de medicina natural como é o caso da hidroterapia, as massagens terapêuticas e o uso de chás e alimentos com propriedades medicinais sem restrições de uso.

Ainda assim, é recomendável aliar os benefícios da medicina natural com os tratamentos da medicina tradicional, evitando o uso desregrado de remédios farmacêuticos e remédios naturais.

 

natural--

Seitai

Os povos orientais desenvolveram técnicas e conhecimentos muito populares e utilizadas até hoje, principalmente no campo da medicina e bem-estar.

Uma dessas técnicas, desenvolvida pelos japoneses é o seitai. Esse tratamento era utilizado entre pelos guerreiros na época dos famosos samurais para aliviar dores e lesões causadas por treinos ou batalhas.

Essa terapia pode ser considerada holística visto que o tratamento se relaciona com o indivíduo de forma geral, além das técnicas no local lesionado, a energia da pessoa é levada em consideração. O Seitai trabalha com o equilíbrio dessa energia para promover a auto-cura.

Após analisar as causas da dor, o terapeuta utiliza de forma cuidadosa e sutil movimentos com as mãos para estimular essa região, além das próprias mãos, durante a sessa ode seitai o terapeuta pode utilizar instrumentos similares a um martelo para golpear de forma leve a região afetada.

O seitai tem muitas similaridades com as técnicas de massagem terapêuticas e relaxantes e também promove benefícios como o relaxamento de músculos e articulações.

Fonte: GNT

Fitoterapia

A fitoterapia é uma técnica milenar já utilizada por povos da Ásia há séculos que basicamente consiste no uso de plantas e insumos de origem vegetal para prevenir ou tratar problemas de saúde diversos. Essas plantas podem ser utilizadas através da ingestão em forma de chás, sucos e saladas ou em compressas, inalações, banhos e gargarejos. É importante ressaltar que os medicamentos fitoterápicos se diferenciam um pouco da fitoterapia em si porque a técnica utiliza os recursos de forma natural sem produzir fórmulas com o princípio ativo da planta isolado, como é feito em medicamentos e suplementos.

O conhecimento popular brasileiro, utiliza a fitoterapia desde os povos indígenas, porém, nos dias atuais é importante utilizar as plantas medicinais sob o acompanhamento de médicos e profissionais com conhecimentos consistentes sobre o corpo humano e as plantas. Confundir plantas ou utilizar de forma incorreta pode agravar problemas de saúde e trazer novas preocupações como uma intoxicação, por exemplo.

 Tanto os recursos in natura quanto os medicamentos fitoterápicos, podem ser encontrados em farmácias especializadas que atuam com a manipulação de medicamentos e fitoterapia.

fitoterapia

Fonte: Abril